Prefeitura nas Redes Sociais: SVG ICON SVG ICON SVG ICON SVG ICON
30/08/2017 - Noticias

Relatório técnico do IMESC de 2013, que migra ilhas de Cururupu para Apicum- Açu

A Prefeita Profª  Rosinha levou ao conhecimento e entregou nas mãos do governador Flávio Dino na ultima terça-feira(29), pedido de revisão de modificações feitas no  território de Cururupu com dados do IMESC  e IBGE. A gestora municipal anunciou que a população do município não aceita as conclusões do relatório  do Instituo Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), que modificou limites territoriais a pedido do município de Apicum-Açu, atendendo uma solicitação oriunda de  Apicum-Açu no ano de 2013. O IMESC realizou analise e estudo da divisa do município de Apicum Açu com o município de Cururupu, questionando existência de equívocos  na implementação da divisa.
Segundo a correção cartográfica realizada pelo IMESC no ano de 2013, a divisa migraria não só da foz do rio-Bacuri-Panã assim como boa parte do seu baixo curso para um prolongamento mais a leste pela baía de Lençóis contornando ao norte o arquipélago formado pelas Ilhas de Valha-me-Deus, Carrapato (Porto Alegre) e Guajerutiua. Ao contornar o arquipélago a divisa segue ao sul pela Baía de Guajerutiua e Baia Capim para encontrar a foz do rio Sipotíua.
Dessa forma o IMESC concluiu em 2013 que esta área que integra atualmente o território do município de Cururupu é legalmente pertencente ao município de Apicum-Açu, incluindo neste contexto os povoados (ilhas) de Carrapato (Porto Alegre), Guajerutiua, Mucunã (Rancho de pescadores fixo) e Valha-me-Deus.
O relatório do IMESC narra que pelas informações contidas seguindo a correção cartográfica o arquipélago formado pelas ilhas de Guajerutiua, Valha-me-Deus, Carrapato (Porto Alegre) deixaria de integrar o município de Cururupu e seria incorporado ao município de Apicum-Açu, essas alterações aconteceram em 2013 e os gestores da época nada fizeram.
A prefeita após tomar conhecimento das informações acionou a assessoria jurídica do município, já foram iniciados diálogos aos órgãos do IMESC e IBGE e na manhã de ontem (29) a prefeita Rosinha levou o assunto ao conhecimento do governador.
Em entrevista ao site www.cururupureporter.com.br e emissoras de tvs a prefeita de Cururupu afirmou; “A população das ilhas desconhecem a informação, não foram consultadas, todas essas ilhas somos nós que damos assistência em todos os setores, entreguei pedido ao governador para que ele reveja isto, nós não aceitamos essa decisão feita as escuras em  2013. Guajerutiua, Valha-me-Deus e as outras ilhas não aceitam, nem sabiam que já “pertencem” a outro município. Estamos entrando administrativamente no IMESC, IBGE e se for necessário vamos entrar judicialmente.
As ilhas de Guajerutiua, Valha-me Deus e Porto Alegre sempre foram assistidas por Cururupu, e continuaram apos o relatório do IMESC , politicas publicas da gestão municipal como educação, escolas, postos de Saúde, iluminação pública entre outras...nos últimos dias a população dessas ilhas participaram de audiências públicas para apresentação e discussão do Plano Plurianual - PPA para o exercício compreendido entre 2018 a 2021.
24/09/2017 - Noticias

Feira do Pescado e da Agricultura Familiar realizada pela prefeitura de Cururupu

A Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Abastecimento e Pesca reuniu produtores das comunidades rurais c

20/09/2017 - Noticias

PREFEITURA DE CURURUPU E SEBRAE PROMOVEM CURSO DE CULINÁRIA

A Prefeitura de Cururupu em parceria com o SEBRAE e articulação da Sala do Empreendedor realizam deste o último dia 18/09 no município

19/09/2017 - Noticias

CARAVANA MARANHÃO QUILOMBOLA EM PARCERIA COM A PREFEITURA

O Governo do Estado realizou em quilombos e comunidades de pescador

Secretarias

Rua Getúlio Vargas

Svg Vector Icon

Svg Vector Icon

prefeituradecururupu2017gab@hotmail.com

© 2017 - Prefeitura Municipal de Cururupu. Todos os diteitos reservados.